Category: Uncategorized

Tragédia no Rio Grande do Sul: Casa Kiko se mobiliza como ponto de coleta para ajudar vítimas

Na esteira da tragédia devastadora que assolou o Rio Grande do Sul, a solidariedade emerge como um farol de esperança em meio à escuridão. Em resposta aos apelos por ajuda, a Casa Kiko, escritório politico do deputado federal Kiko Celeguim, abriu suas portas como ponto de coleta para doações destinadas às vítimas.

Situada na Avenida Liberdade, 261 – Centro, Franco da Rocha, a Casa Kiko receberá doações de alimentos não perecíveis, água mineral, produtos de higiene pessoal e ração, de segunda a sábado, das 9h às 18h. O prazo para contribuições se estende até o dia 15 de maio.

O transporte das doações até o local de destino será coordenado pelo mandato do deputado via Correios, garantindo que os recursos doados cheguem de forma eficaz e direta às mãos daqueles que mais necessitam.

A iniciativa da Casa Kiko representa um esforço coletivo para aliviar o sofrimento das comunidades afetadas pela tragédia. A união de forças e a solidariedade demonstrada por esta mobilização refletem a essência da nossa humanidade, destacando a importância de estender a mão ao próximo nos momentos mais difíceis.

Neste momento de dor e desafio, cada doação representa um gesto de amor e apoio às vítimas, demonstrando que juntos podemos superar qualquer adversidade. A Casa Kiko convida a comunidade a se juntar a essa causa nobre e fazer a diferença na vida daqueles que mais precisam.

#EquipeKiko

Compartilha!
Ler Mais

Em Jundiaí, Kiko fala sobre alta nos preços dos alimentos e o empobrecimento dos brasileiros

No lançamento de sua candidatura a deputado federal, em Jundiaí, na última sexta-feira (19), Kiko Celeguim falou para uma plateia com sede de mudança que, se eleito, vai trabalhar pela criação de mais empregos, pelo aumento da renda do trabalhador e pela redução dos preços dos alimentos.

“O salário mínimo subiu menos que a inflação e a renda da população não acompanha essa alta nos preços. Hoje, um litro de leite custa cerca de R$ 7, a carne sumiu do prato dos brasileiros e o gás de cozinha sobe toda semana”, disse Kiko.

Em junho deste ano, a pesquisa VIGISAN (Inquérito Nacional Sobre Segurança Alimentar no Contexto da Pandemia Covid-19 no Brasil) mostrou que mais da metade da população brasileira se encontra em situação de insegurança alimentar e 33,1 milhões de brasileiros estão passando fome em 2022.

“Quero trabalhar para devolver o poder de compra da população, para garantir que cada brasileiro possa fazer três refeições por dia, como se via no governo Lula”, encerrou Kiko.

Compartilha!
Ler Mais